STML - 40 Anos
Entrada Acção Socio Cultural
Próxima visita – Museu Nacional da Música Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 15 Março 2017 12:22

proxima visita museu musicaEstá marcada para o próximo dia 22 de Março, pelas 14h30, uma visita da Comissão de Reformados do STML ao Museu Nacional da Música, com entrada pela Estação do Metro Alto dos Moinhos.

Este museu possui uma das mais ricas coleções instrumentais da Europa, composta por cerca de mil instrumentos musicais dos séculos XVI a XX, sobretudo europeus, mas também africanos e asiáticos, de tradição erudita e popular, sendo alguns exemplares únicos.

O seu espólio engloba também um acervo fonográfico com milhares de peças, entre discos antigos de 78 e 80 rotações, outros mais recentes de 33 e 45, discos de metal, rolos de pianola, rolos de cera, bobinas electro-magnéticas, cassetes de áudio e CDs, outro de material iconográfico em cerâmica, desenho, escultura, fotografia, gravura, serigrafia e pintura, bem como algumas centenas de partituras impressas nos séculos XIX e XX, peças de composição, excertos de teatro ligeiro e obras de autores como Fernando Lopes Graça, Armando José Fernandes, Cláudio Carneiro, José Viana da Mota e Óscar da Silva, entre outros.

 

Veja fotos aqui.

 

 

logo 40 anos

Inter reformados

 
Próxima visita: 22 de Fevereiro – Museu Geológico Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 13 Fevereiro 2017 10:15

Foto de Capa - visita museu geologicoNo dia 22 de Fevereiro a Comissão de Reformados do STML fará uma visita ao Museu Geológico, pelas 14h30.

Instalado, desde o século XIX, no 2º andar do antigo Convento de Jesus, foi classificado como Imóvel de Interesse Público em 2010.

A vastidão das suas salas, o mobiliário a elas adaptado e o modelo expositivo, confere-lhe valor histórico e estético e converte-o naquilo que alguns especialistas consideram um "museu dos museus", podendo considerar-se um dos poucos testemunhos da museologia científica novecentista, não apenas portuguesa, mas europeia.

 

Localização: Rua da Academia das Ciências, 19 - 2º

 

Transportes: Autocarros: 202, 758, 773

 

Ver fotos aqui.


Ver vídeo aqui: https://youtu.be/zEAEQ9Ou-7Q

 

logo 40 anos

Inter reformados

 
Comissão de Reformados do STML visitou o Panteão Nacional Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 01 Fevereiro 2017 10:16

Apos - foto capaOs 17 associados foram recebidos por Teresa Carneiro.

Sentados na escadaria, frente ao belíssimo órgão, seguiram atentamente o desenrolar da história daquele magnífico monumento, da autoria do arquitecto João Antunes, cujas obras demoraram mais de dois séculos e meio e é erradamente mencionado, muitas vezes, como igreja.

A única missa ali celebrada, por ocasião da sua abertura ao público a 1 de Dezembro de 1966, foi presidida pelo Cardeal Cerejeira e contou com a presença do Presidente da República Américo Tomás e do Presidente do Conselho Oliveira Salazar,

Depois de percorrermos todo o seu interior, subimos ao terraço, construído à volta da cúpula, de onde pudemos desfrutar, apesar do dia enevoado, da vista panorâmica sobre a cidade.

Já no exterior, antes da despedida, Teresa Caeiro chamou-nos a atenção para as colunas da galilé e para as esculturas de Claude Laprade.

 

Ver fotos da visita aqui!

 

logo stml 16

Logo Inter Reformados 100x87

 
Próxima visita – Panteão Nacional Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 11 Janeiro 2017 10:42

Foto CapaA Comissão de Reformados do STML tem marcada para as 14:30h do próximo dia 25 de Janeiro, 4ª feira, uma visita guiada ao Panteão Nacional.

Em 1836, o ministro Passos Manuel decretou a edificação de um Panteão Nacional, com o objectivo de dignificar os heróis da Revolução de 1820 e a memória coletiva para grandes homens, entretanto caídos no esquecimento, como Luís de Camões; mas só com a Lei 520 de 1916 se definiu o seu local. A escolha recaiu na Igreja de Santa Engrácia, cujas obras demoraram 284 anos (1682-1966), dando lugar à expressão popular obras de Santa Engrácia.

Monumento em estilo barroco, abriga, na nave central com magnífica decoração de mármores coloridos e encimada por uma majestosa cúpula que se ergue a 80 m de altura, os cenotáfios de D. Nuno Álvares Pereira, Infante D. Henrique, Pedro Álvares Cabral, Afonso de Albuquerque, Vasco da Gama e Luís de Camões.

Continuar...
 
Estufa Fria – última visita de 2016 Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 06 Janeiro 2017 14:50

Foto capaNo dia 14 de Dezembro a Comissão de Reformados do STML terminou a actividade lúdica de 2016 com a visita à Estufa Fria que, embora mantendo o mesmo nome, engloba também, desde a década de setenta, uma Estufa Quente e uma Estufa Doce.

Os doze associados foram acompanhados por Paula Craveiro e Alexandra Canha que nos deram a conhecer a sua história desde a inauguração em 1933, segundo projecto do arquitecto Raul Carapinha. Foi construída sobre uma antiga pedreira de basalto, desactivada após a descoberta de uma nascente, facto que contribuiu para a escolha do local.

Tendo sido alvo de diversas remodelações, a última está documentada numa lápide de homenagem aos trabalhadores/construtores das estufas quente e doce.

Mercê das prestimosas guias ficaram a conhecer as particularidades de muitas espécies que para muitos eram totalmente desconhecidas.

 

Fotografias aqui.

 

Inter reformadoslogo stml 16

 
No dia 26 de Outubro a Comissão de Reformados do STML visitou o Convento dos Cardaes Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 07 Novembro 2016 10:17

Foto de CapaOs catorze associados iniciaram a visita na capela, onde lhes foi relatada a história do Convento, desde a sua fundação em 1681, por D.Luísa de Távora, para alojar religiosas da Ordem das Carmelitas Descalças e ela própria viver.

Concluído apenas em 1703, resistiu ao terramoto de 1755, ultrapassou a extinção das ordens religiosas em 1834, que estabelecia que os conventos femininos podiam permanecer até à morte da última freira e contornou a lei que proibia o ingresso de noviças, admitindo-as como pensionistas laicas.

Em 1877 é concedida autorização provisória à Associação de Nª Sª Consoladora dos Aflitos para aí albergar um asilo para mulheres cegas, ao cuidado das Irmãs Dominicanas, e em 1893 passa definitivamente para a posse daquela Associação o Convento e todo o seu recheio.

A partir de 1968, e com a designação de escola, passa a admitir também portadoras com deficientes profundas.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 11